Como instalar e executar o Photoshop CC no Ubuntu

photoshop linux

Photoshop Ainda é o líder indiscutível em programas de edição de fotos hoje. Ele foi oficialmente exportado para vários sistemas operacionais, mas, ainda hoje, o Linux não é um deles. Isso tem uma solução fácil graças a ferramentas como PlayOnLinux, que nos permite executar programas da plataforma Windows nativamente em um ambiente Linux.

Se reiniciar seu computador para iniciar um ambiente Windows ou executar o programa em um ambiente virtualizado não são soluções que o satisfazem, este guia irá ensiná-lo como instalar e executar o Photoshop CC no Ubuntu.

O ambiente de execução sob o qual as etapas a seguir são realizadas é COMPANHEIRO, que não deve diferir de outros no que diz respeito ao seu conteúdo, mas apenas no aspecto gráfico. O que mais, a versão do Photoshop CC em que trabalhamos é a versão de 32 bits de 2014, já que o que apareceu em 2015 ainda não é compatível com Linux. Como a Adobe removeu a versão anterior de seu site, você deve procurá-la se não tiver nenhuma anterior para trabalhar.

Instalando o Adobe Photoshop CC

O primeiro passo que devemos realizar é instalar a ferramenta PlayOnLinux. Podemos fazer através do gerenciador de software do nosso sistema (Ubuntu Software Center) ou através do seu próprio pagina web onde todo o processo de instalação é descrito manualmente.

Em seguida, executaremos o aplicativo PlayOnLinux e vamos selecionar a versão Wine do menu de ferramentas. Teremos que escolher a versão do Wine 1.7.41-Photoshop Brushes e, em seguida, instale-o.

Assim que o processo for concluído, retornaremos à janela principal do PlayOnLinux e clicaremos no botão Instalar> Instalar um programa não listado (encontrado no canto esquerdo).

Então, na próxima tela, faremos clique no botão Avançar e escolheremos a opção Instalar um programa em um novo drive virtual.

O próximo passo é dê um nome para o aplicativo Photoshop CC, que em nosso caso é PhotoshopCC.

Em seguida, certifique-se de usar uma versão do Wine diferente da versão do sistema, configure-a e instale as bibliotecas necessárias.

Em nosso guia vamos selecionar a versão Wine "1.7.41-PhotoshopBrushes" (Se não aparecer na lista, volte às etapas anteriores e instale-o).

A próxima janela permitirá que você selecione o Versão de 32 bits que será executado em ambiente Windows. Certifique-se de selecione Windows 7 e não Windows XP, que é a opção marcada por padrão.

Em seguida, vem a etapa mais complexa (se pode ser considerada como tal), uma vez que envolve selecione quais bibliotecas queremos incluir para que o Photoshop CC funcione corretamente. Vamos selecionar as caixas que se referem às seguintes bibliotecas:

  1. POL_Install_atmlib
  2. POL_Install_corefonts
  3. POL_Install_FontsSmoothRGB
  4. POL_Install_gdiplus
  5. Polyinstall_msxml3
  6. Polyinstall_msxml6
  7. POL_Install_tahoma2
  8. POL_Install_vcrun2008
  9. POL_Install_vcrun2010
  10. POL_Install_vcrun2012

Feito isso, clicaremos no botão Avançar. Então teremos que navegue até o local onde o nosso instalador do Photoshop CC está localizado e comece sua execução.

Executando Photoshop CC

Assim que a instalação do Photoshop CC for concluída, caso contrário, prosseguiremos para registre nossa cópia do programa estaremos executando uma versão de avaliação de 30 dias. Neste caso será necessário que vamos desconectar a rede de computadores para continuar. Vamos clicar em Inscrever-se e esperaremos que o sistema retorne uma mensagem de erro, momento em que prosseguiremos pressionando Registar mais tarde.

Alguns usuários perceberão que a barra de instalação desaparece antes que cheguem ao fim e, em vez disso, um Mensagem de erro. Você não deve se preocupar com esta situação, pois o programa continua a ser executado em segundo plano. Portanto, fique mais alguns minutos atento ao processo e clique no botão Avançar.

Finalmente, você pode atribuir um link no PlayOnLinux para Photoshop CC que criará automaticamente um ícone em sua área de trabalho.

Uma última nota do autor, se alguma ferramenta como utilitário Liquidar não funciona para você corretamente, vá para Preferências> Performance e desmarque a opção "Usar o processador gráfico".

 

fonte: A arte de alcançar o sucesso revolucionário.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

6 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Edições Abyssal Illustra dito

    Alguns anos atrás eu estava frustrado tentando instalar a suíte Adobe no Ubuntu, então fui forçado a usar Gimp, Scribus ... e programas semelhantes, agora eu não voltaria para o Adobe.

    1.    Diego Martinez Dias dito

      Espere aí, gimp!

    2.    Luis allamilla dito

      Você não sabe de nada Diego Martinez Diaz ... Photoshop ou eu morrerei

  2.   rafa dito

    adobe air não é mais compatível com linux, eu tenho uma licença adobe paga, mas quando tento baixar o photoshop ele me diz que "o sistema não atende aos requisitos mínimos"

    É uma pena que cada vez que tornamos mais difícil o acesso a esses programas a partir daqui

  3.   Rafa dito

    Ter opções como Gimp ou Krita e infinitas alternativas gratuitas… por que cair nas redes adobe e seu desprezo, subsidiado pela microsoft, em relação aos usuários Gnu / Linux? Tenho trabalhado profissionalmente desde os anos 90 com questões de audiovisual e design gráfico e tenho trabalhado por muitos anos com ferramentas adobe, hoje quase tudo que faço no GNU / linux, onde o Blender tem melhor desempenho do que no Windows, onde até o Maya é muito mais estável e rápido, embora não seja de graça, onde com Gimp, Krita e algumas outras alternativas como natron e kdenlive posso trabalhar perfeitamente ... o que me economiza por ano em licenças me dá para renovar minha máquina. Eternamente grato ao open source para o qual há alguns anos venho fazendo doações para incentivar o desenvolvimento, não quero nem ver o logotipo da adobe, fico enjoado ... e sua homenagem à Microsoft, que como sabemos é um dos maiores acionistas da Apple, nojento ... foda-se.

    1.    Juan Carlos Herrera Blandon dito

      Muito obrigado por essa motivação, a verdade me deixa irritado ao ver que empresas tão grandes como a Microsoft aproveitam o poder de fazer o que quiserem com as pessoas, por isso estou aprendendo a usar o sistema operacional Linux neste caso Manjaro e Ubuntu, dois repositórios diferentes, mas vou ver qual eu prefiro. saudações